Newsletter

Destaques, Notícias gerais › 12/04/2020

A noite brilhava como o dia

Um só grão foi semeado e o mundo inteiro alimentado.
Imolado como homem, voltou à vida como Deus, dando a vida ao universo.
Como ostra foi esmagado e como pérola adornou a Igreja.
Como ovelha foi sacrificado e, como um pastor com o cajado, expulsou com a cruz a tropa dos demônios.
Como uma lâmpada no candelabro, extinguiu-se na cruz e, como o sol, levantou-se do túmulo.
Presenciou-se um duplo prodígio:
Enquanto Cristo estava sendo crucificado, o dia era encoberto pelas trevas; e, enquanto ressurgia, a noite brilhava como o dia.

Das homilias de Santo Astério de Amaseia, bispo – Lecionário Monástico III, p. 21

Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.

X