Newsletter

Artigos › 30/04/2020

Silêncio oportuno

Quando a porta da sauna é deixada completamente aberta, o calor em seu interior rapidamente escapa através dela; do mesmo modo a alma, no seu desejo de dizer muitas coisas, dissipa sua memória de Deus por meio da porta da fala, mesmo que tudo o que ela diga possa ser bom.

Posteriormente, o intelecto, apesar de lhe faltarem ideias apropriadas, derrama uma confusão de pensamentos ambíguos sobre todos que encontra, pois já não tem o Espírito Santo para manter seu entendimento livre de fantasia. Ideias valorosas sempre evitam a verbosidade, mantendo-se alheias à confusão e à fantasia. O silêncio oportuno, então, é precioso, pois é nada menos do que a mãe dos mais sábios pensamentos.

Diádoco de Fótica, “O caminho do coração”, Vozes, p.51

Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.