Newsletter

Destaques, Notícias gerais › 24/08/2016

Papa reza pelas vítimas do terremoto na Itália

papa_francisco_240816Cidade do Vaticano – Nesta quarta-feira, como de costume, aconteceu a Audiência Geral com o Papa Francisco. Em solidariedade às vítimas do terremoto que atingiu a região central da Itália, o Santo Padre adiou a catequese preparada, para rezar pelas vítimas. Confira na íntegra:

“Tinha preparado a catequese de hoje, como em todas as quartas-feiras deste Ano da Misericórdia, sobre o tema da proximidade de Jesus, mas diante da notícia do terremoto que atingiu o centro da Itália, devastando zonas inteiras e deixando mortos e feridos, não posso deixar de manifestar a minha grande dor e a minha proximidade a todas as pessoas presentes nos lugares atingidos pelos tremores, a todas as pessoas que perderam os seus caros e aquelas que ainda se sentem abaladas pelo medo e pelo terror. Escutar ao Prefeito de Amatrice dizer: “A cidade não existe mais”, e saber que entre os mortos há também crianças, realmente me comove muito.

Por isso, quero garantir a todas essas pessoas nos entornos de Accumoli, Amatrice e outras localidades, na Diocese de Rieti e de Ascoli Piceno e em todo o Lácio, na Umbra e nas Marcas, da minha oração e dizer-lhes que estejam certos da carícia e do abraço de toda a Igreja, que neste momento deseja abraçar-vos com o seu amor materno e também do nosso abraço aqui na Praça.

Ao agradecer a todos os voluntários e os agentes da proteção civil que estão socorrendo estas populações, peço-vos que vos unais comigo na oração para que o Senhor Jesus, que sempre se comoveu diante da dor humana, console estes corações aflitos e conceda-lhes a paz pela intercessão da Beata Virgem Maria

Deixemo-nos comover com Jesus.

Assim deixemos para a próxima semana a catequese desta quarta-feira. E vos convido a recitar comigo uma parte do Santo Rosário: os Mistérios dolorosos.”
terremoto_italia_0816
O terremoto de 6 graus na escala Richter que atingiu o centro da Itália também foi sentido em Roma.

Não foram registrados danos na capital nem no Vaticano. Tampouco na Basílica de São Francisco, em Assis. Alguns danos foram reportados na Basílica de São Bento em Núrcia.

Às 3h36 (hora local) o Instituto Nacional de Geofísica e Vulcanologia (INGV) registrou o epicentro do terremoto principal a 4 quilômetros de profundidade entre as províncias de Rieti e Ascoli Piceno, distantes cerca de 100 km da capital. Seguiram-se durante a madrugada outros tremores de 5.1 e 5.4 graus.

A cidade mais atingida foi Amatrice, na província de Rieti, para onde meios especiais da Defesa Civil foram deslocados logo após o terremoto.
O prefeito de Amatrice, Sergio Pirozzi disse que “a cidade não existe mais” e que “há pessoas sob os escombros”.

Foram registrados desabamentos e danos em cidades e estradas do Lácio, da Úmbria e das Marcas.

As primeiras informações são de que duas pessoas morreram na região das Marcas e de que vítimas estariam sob os escombros também em Accumoli, epicentro do terremoto.

Missa matutina pelas vítimas e telefonema a Bispo de Rieti

“Às 7 horas recebi um telefonema do Papa Francisco. Me informou que soube do terremoto às 4h15min e de ter celebrado a missa, rezando pelas pessoas envolvidas. Pediu-me para não ter medo e me dirigiu palavras de proximidade e de encorajamento que gostaria imediatamente de transmitir à população”.

Palavras do Bispo de Rieti, Dom Domenico Pompili, falando sobre o telefonema que recebeu do Papa Francisco na manhã desta quarta-feira.
O prelado estava em peregrinação a Lourdes, na França, quando, às 3h52min, soube da notícia do abalo sísmico na região central da Itália. Dom Domenico Pompili embarcou no primeiro voo disponível para a Itália e na tarde desta quarta-feira irá aos locais atingidos para conhecer pessoalmente a situação e pensar em eventuais iniciativas.

Da Igreja de Rieti, no entanto, partiram as primeiras ações de solidariedade com intervenções da Caritas e do Refeitório de Santa Clara.

Com informações do site do Vaticano e da Rádio Vaticano.

Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.