Newsletter

Artigos › 14/09/2016

O barco de nossa vida

barcoFrase para refletir:
“As velas do Mucuripe/ vão sair para pescar/ vou levar as minhas mágoas/ pras águas fundas do mar” (Mururipe – Fagner).

As velas se levantam para o barco singrar, apoiadas simplesmente numa força que sopra, que leva adiante, que impulsiona o barco a seguir… Da mesma maneira, o barco da nossa vida vai singrando o grande mar, proporcionado a grande travessia, a busca de celebrar o pôr do sol, para depois, acolhê-lo do outro lado, com muita alegria, onde ele nasce de novo!

As mágoas também precisam ser lançadas ao mar, para aliviar o peso da alma e do coração… As mágoas guardadas vão tornando-seres-sentimento, peso que carcome o coração e o impede amar. Lança ao mar suas mágoas, sepulta no chão da terra as dores e o que te faz sofrer… Deste lugar vai brotar flores, da mesma forma que, do sepulcro de Jesus, brotou ressurreição!

Tenha um abençoado mês… Que haja espaço na tua alma pra sonhar!

Frei Paulo Sérgio, ofm

Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.