Newsletter

Artigos, Destaques › 16/08/2019

Maria, lugar privilegiado na vivência da liturgia

Maria Santíssima ocupa um lugar privilegiado na vivência da liturgia durante o Ano Litúrgico. Como nas festas dos santos, nas solenidades, festas e memórias da Santíssima Virgem Maria, a Igreja celebra o mistério pascal revelado e realizado nos santos em geral e, particularmente, em Maria.

Também aqui o mistério de Cristo está no centro. Deus realizou maravilhas em Maria. Ela é modelo de realização do mistério de Cristo e é intercessora junto ao Filho. Na celebração, ela revela o mistério de Cristo e conduz a ele. Assim, as festas marianas são sempre festas pascais e eclesiais. A Igreja dá graças ao Pai, por Cristo, no Espírito Santo, pelas maravilhas da graça realizadas em Maria, Mãe de Deus, a cheia de graça, a imaculada e gloriosa sempre Virgem Maria. Nela, a Igreja contempla e vive a vocação, a missão e o destino de cada ser humano.

Frei Alberto Beckhäuser, “O jeito franciscano de celebrar”, Editora Vozes

Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.