Newsletter

Destaques, Notícias gerais › 19/01/2020

Igrejas Cristãs baseiam-se na gentileza para reforçar a unidade entre cristãos

De 18 a 25 de janeiro, as Igrejas do hemisfério Norte realizam a Semana de Oração pelo Unidade dos Cristãos (SOUC) 2020. (…) Os textos foram escritos pelas Igrejas cristãs de Malta e Gozo e tem como tema o versículo dos Atos dos Apóstolos “Trataram-nos com gentileza” (28,2).

No Brasil e nos países do hemisfério Sul, desde 1926, por sugestão do movimento Fé e Ordem, a Semana de Oração é celebrada entre a Ascensão e Pentecostes. Este ano, a Semana será celebrada de 24 a 31 de maio em 2020. O Conselho Nacional de Igrejas Cristãs (CONIC) lidera e coordena as iniciativas para a celebração da Semana em diversos estados. A SOUC brasileira tem como tema “Gentileza gera Gentileza”, inspirado na passagem de Atos 28:2, relato em que Paulo é gentilmente acolhido após um naufrágio.

O padre Marcus Barbosa Guimarães, assessor da Comissão Episcopal Pastoral para o Ecumenismo e Diálogo Inter-Religioso e subsecretário adjunto de Pastoral da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), recorda um trecho da reflexão que o Papa Bento XVI dirigiu aos bispos da Bahia, em visita ad limina, em setembro de 2010, para ressaltar a importância da unidade dos cristãos:

“O diálogo entre os cristãos é um imperativo do tempo presente e uma opção irreversível da Igreja. Entretanto, como lembra o Concílio Vaticano II, o coração de todos os esforços em prol da unidade há de ser a oração, a conversão e a santificação da vida – (Cf. Decreto Unitatis Redintegratio, 8)”.

O assessor da Comissão para o Ecumenismo e Diálogo Inter-Religioso da CNBB cita também o discurso do Papa Francisco durante a Oração Ecumênica no centro Ecumênico em Genebra, em 21 de junho de 2018:

“Sim, escolher ser de Jesus antes que de Apolo ou de Cefas (cf. 1Cor 1,12), antepor o ser de Cristo ao fato de ser ‘judeu ou grego’ (cf. Gal 3, 28), ser do senhor antes que de direita ou de esquerda, escolher em nome do Evangelho o irmão antes que a si mesmo, significa frequentemente, aos olhos do mundo, trabalhar com prejuízo. Não tenhamos medo de trabalhar com prejuízo! O ecumenismo é ‘um grande empreendimento com prejuízo”.(…)

Fonte: site CNBB

Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.