Newsletter

Artigos › 01/12/2018

Crescer no Amor a Cristo

“Em nome de Jesus!” É muito comum esta expressão aparecer com conotação extremamente utilitária. “Quem me contrariou vai ser castigado, em nome de Jesus!”; “Em nome de Jesus eu alcançarei esta vitória”; “Em nome de Jesus minha vida vai prosperar!”. Curioso notar que, no centro de tais afirmações, nunca se encontra Jesus, nem seu Nome, mas o “eu”, com seus desejos, vontades e sonhos.

Na Segunda Leitura deste 1º Domingo do Advento (1Ts 3,12-4,2), São Paulo também se refere ao Nome de Jesus. No entanto, a concepção que aí aparece é centrada no Cristo e nos benefícios que a adesão a Ele traz para a comunidade que decide colocá-Lo como meta e modelo de vida. O nome de Jesus, neste caso, não passa a ser invocado como mero amuleto sobre o qual deposito minha própria conveniência, sem considerar os desejos e anseios daqueles que caminham comigo. Recorrer ao nome de Jesus implica, portanto, em assumir um compromisso de solidariedade e interajuda.

O sonho de São Paulo era que, entre os destinatários de sua carta, o amor a Cristo e o amor mútuo por causa de Cristo crescessem sempre mais no seio da comunidade. Eis um excelente percurso de preparação para o Natal, um propósito que pode iluminar nosso caminho neste tempo de Advento: “Que, em nome de Jesus, busquemos amá-Lo sempre mais e de forma mais intensa, especialmente naqueles que encarnam de maneira mais urgente e direta as fragilidades que Deus abraçou quando se fez um Menino entre nós. Sejamos a terra fofa e fértil onde a semente de justiça descrita na Primeira Leitura (Jr 33,14-16) possa produzir os frutos tão necessários para o mundo em que vivemos”.

 

Frei Gustavo Medella
Fonte: site Franciscanos

Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.